Inside TNF FuseForm

Progresso no caminho para uma química mais responsável

Desde 2008 que a The North Face está empenhada numa química responsável, tendo tal começado com a nossa parceria com as tecnologias "bluesign" para garantir  significativas economias ambientais, que vão para além da conformidade na identificação de substâncias químicas ambientalmente preferíveis e da redução  do uso generalizado de produtos químicos na nossa cadeia de abastecimento. Isto exigiu um envolvimento ativo e uma parceria com as nossas fábricas têxteis, de forma a que estas pudessem tornar-se parte do sistema "bluesign".

Queremos apresentar aos nossos clientes informações atualizadas sobre os nossos esforços para levar adiante o fabrico de produtos com os elevados níveis de integridade técnica, da forma mais responsável possível.

Um arco de progresso contínuo

Em 2015, partilhámos as nossas preocupações sobre compostos perfluorados (por vezes denominados "PFCs") encontrados em alguns tratamentos de Repelência à Água Duradoura (DWR) e a potencial ameaça que representam para o meio ambiente em elevadas concentrações. Embora não seja claro qual a percentagem de PFCs no meio ambiente proveniente de equipamentos ao ar livre em comparação com outros produtos, tais como as embalagens alimentares, como parte do nosso compromisso de produção com responsabilidade, a The North Face eliminou proativamente os PFCs de cadeia longa do nosso vestuário técnico, começando com a nossa linha Primavera 2015 e transferimos todos os nossos produtos de vestuário para compostos fluorados de cadeia curta até final de 2015. Após testes rigorosos aos nossos padrões de desempenho fomos igualmente capazes de converter vários dos nossos produtos de vestuário para tratamentos DWR não fluorados na coleção de outono 2015.

Aproveitando este impulso, em janeiro afirmámos que o nosso objetivo era fazer a transição de quase 30% dos nossos novos materiais de vestuário com tratamento DWR para não fluorados para a nossa coleção Primavera 2017. É com orgulho que hoje podemos dizer que estamos no caminho certo para esta transição.

Mas não foi uma tarefa fácil. Nem todos os nossos fornecedores oferecem a mesma tecnologia e a transição é diferente para diversos produtos, cada um com uma construção e um uso previsto únicos. Continuamos, no entanto, a ganhar impulso relativamente ao nosso objetivo para 2020. Trabalhamos em conjunto com as nossas fábricas têxteis e fornecedores de produtos químicos para garantir que é possível fazer esta transição o mais rapidamente possível, sem sacrificar o elevado desempenho que os nossos consumidores esperam.

Ao longo deste trabalho, devemos evitar fazer "substituições erradas", ou involuntariamente trocar um problema por outro, por isso procedemos de forma deliberada, fazendo a pré-avaliação de todos os tratamentos DWR através do nosso programa de gestão de produtos químicos, CHEM-IQ,para testar e analisar toda a nova química DWR antes de ser aplicada aos nossos produtos. O CHEM-IQ foi criado pela nossa empresa-mãe, a VF Corporation, em colaboração com um grupo consultivo de peritos do Natural Resource Defense Council (NRDC), da Universidade de Massachusetts - Lowell, da Universidade de Leeds e dos Modern Testing Services (MTS).  As avaliações a todos os tratamentos DWR não fluorados garantem que estes não contêm outros produtos químicos potencialmente nocivos e que cumprem os critérios rigorosos da marca The North Face para a responsabilidade química. Desta forma, temos trabalhado para uma verdadeira mudança de sistemas na nossa cadeia de abastecimento global.

Algumas das nossas fábricas têxteis foram um pouco mais longe e enviaram todo o seu inventário químico para ser avaliado pelo CHEM-IQ, o que resultou em economias ambientais significativas em toda a cadeia de abastecimento. Cada amostra é testada para mais de 430 substâncias, dando a cada fórmula química uma classificação de preferida, permitida, auditoria necessária ou proibida. Os nossos fornecedores recebem um relatório e é-lhes exigido que eliminem a utilização de substâncias químicas proibidas. Graças a estes esforços, 230 toneladas de produtos químicos não preferidos estão a ser eliminados da nossa cadeia de abastecimento. As mudanças que pretendemos levar a cabo serão duradouras e escaláveis. Leia mais sobre a nossa abordagem holística à química responsável aqui.

Uma abordagem prática

Quando a The North Face faz uma peça de vestuário, normalmente é especificado o tecido a ser usado na construção da peça de vestuário, mas recentemente fomos mais além. Atualmente trabalhamos diretamente com os fornecedores de produtos químicos que abastecem as nossas fábricas com química DWR e outros compostos, por forma a verificar se esses produtos químicos cumprem os requisitos do CHEM-IQ, o que garante uma química responsável na nossa cadeia de abastecimento. Isto é semelhante à abordagem em que investimos desde 2008 com os nossos parceiros da "bluesign", que exigiu um envolvimento ativo e uma parceria com as nossas fábricas têxteis, de forma a que estes pudessem tornar-se parte do sistema "bluesign" e terem um efeito duradouro em toda a indústria. Enquanto nossos parceiros na transição da cadeia de abastecimento para tecnologias mais responsáveis, podem usar esta tecnologia com outras marcas, aumentando o impacto global destes esforços.

Orgulhamo-nos do facto de, através de um legado de parcerias diretas, estarmos a ter um efeito duradouro em toda a indústria.

Para onde vamos

Há mais progressos a serem feitos e devemos trabalhar juntos. Continuamos a colaborar enquanto parte do Grupo de Trabalho Sobre Gestão Química da Outdoor Industry Association (OIA), partilhando as melhores práticas em química responsável com outras marcas e, por sua vez, aprendendo com estas, para que possamos atingir o nosso objetivo de transição para 100% DWR não fluorado utilizado no nosso vestuário, até 2020.

É nossa promessa continuarmos a trabalhar diligentemente para incorporar soluções sustentáveis que atinjam as mais elevadas exigências de desempenho por parte dos nossos clientes, produzindo ao mesmo tempo produtos mais responsáveis do ponto de vista ambiental e social.

Fique atento às novidades.